Portal NippoBrasil - OnLine - 19 anos
Sexta-feira, 17 de setembro de 2021 - 0h57
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
 
Uma viagem histórica por Minas Gerais - Parte 1

Para quem quer conhecer mais sobre a história do Brasil e, ao mesmo tempo, viajar por belas paisagens, as cidades mineiras são uma boa opção


ARQUITETURA - Em Congonhas, a riqueza arquitetônica é preservada na Basílica dos Profetas


ESCULTURA - No detalhe, o profeta Oséias enriquece a basílica de Congonhas
 

(Arquivo NB)

Turismo para viajar no tempo. Assim é a visita pelas cidades históricas de Minas Gerais, que relembram capítulos importantes de nosso País com heranças em forma de museus, teatros, igrejas, monumentos arquitetônicos e paisagens naturais. Visitar Congonhas, Mariana, Ouro Preto, Diamantina e São João del Rey é como entrar num túnel do tempo, reviver períodos da história brasileira e também tornar-se um pouquinho parte dessa história. Nesta edição, o NB traz para você a primeira parte dessa passagem pelo túnel do tempo da vida colonial brasileira, com passagens por Congonhas, Mariana e Ouro Preto. Tudo pronto para começar a nossa viagem? Porque a história está prestes a sair dos livros e ganhar vida nesses cenários reais.

Mariana

BELEZA - Igreja ergue-se majestosa em Mariana

A primeira vila criada na capitania, Mariana foi também a única cidade colonial de Minas Gerais. Com atividades concentradas no setor de mineração, comércio e turismo, Mariana depende também de pequenas atividades agrícolas e do artesanato (principalmente para os moradores da área rural) como alternativas econômicas. Aproveitando seus recursos naturais, Mariana vem trabalhando duro na difusão do ecoturismo na cidade, explorando sua beleza natural com caminhadas, banhos de cachoeira e prática de esportes radicais. Um passeio que não pode faltar ao turista que visita Mariana é a visita à Mina de Passagem. A descida para as galerias subterrâneas é feita com o trole, um pequeno carro descoberto que desliza sobre trilhos chegando a 120 metros de profundidade, onde se vê um majestoso lago natural.


RUA - Carros e antigas construções em Mariana

Assim como em Congonhas, a visita às igrejas de Mariana é indispensável. Nelas, o turista terá a oportunidade de ver belos conjuntos arquitetônicos desenvolvidos por artistas nacionais e europeus, assim como pinturas e esculturas. Exemplo disso é a Igreja de São Francisco de Assis, toda em alvenaria de pedra, a igreja guarda os restos mortais de Aleijadinho, falecido em 1837. Os museus da cidade também são responsáveis pelo turismo educacional de Mariana, com o Museu Arquidiocesano, que contém o mais rico acervo de arte sacra de Minas Gerais, o Museu da Música, único no gênero no Brasil, e o Museu do Livro, com obras de valor incalculável que influenciaram, inclusive, a Inconfidência Mineira.

Congonhas


HISTÓRIA - Tesouros são preservados no patrimônio de Congonhas

Desde 41 tombada como Patrimônio Histórico e de 85 como Monumento Cultural da Humanidade pela Unesco, a cidade de Congonhas guarda um acervo riquíssimo da história do Brasil, como a maior coleção de esculturas barrocas do mundo, fruto do trabalho do artista plástico Aleijadinho. Localizada ao sul da Serra do Espinhaço, a cidade tem uma intensa atividade agropecuária, turística e de extração de minério de ferro, fazendo dessas três atividades a base de sua economia. O turista que vai para Congonhas pode desfrutar, além de sua beleza e clima, de um comércio artesanal de peças em pedra-sabão e tear.

O Beco de Canudos e a Feira de Artesanato são duas boas opções para compras. Um bom atrativo turístico da cidade é o Parque da Cachoeira, uma área de preservação ecológica de 57 mil m2 que abriga centenas de espécies vegetais e animais, piscinas, quadras poliesportivas, a Cachoeira de Santo Antônio, e outras opções de lazer. As belas igrejas de Congonhas são um espetáculo à parte. A Basílica do Bom Senhor Jesus de Matosinhos é Patrimônio Cultural da Humanidade por seu conjunto arquitetônico. Nele, destacam-se Os Doze Profetas, de Aleijadinho. Na Casa de Cultura Romaria, há um centro de atividades, loja de souvenires e lanchonete. Com terreno recuperado pela prefeitura em 93, a Romaria foi reconstruída com as características arquitetônicas originais de 1930, quando a contrução abrigava os pobres que chegavam à cidade para a celebração do Jubileu do Bom Senhor Jesus de Matosinhos.

Ouro Preto


PAISAGEM - História aparece em panorâmica de Ouro Preto

Município que abriga uma importante herança barroca da arte brasileira, Ouro Preto é pura história. O nome da cidade também é uma referência à histórica corrida pelo ouro. A antiga Vila Rica foi palco de importantes fatos históricos, como a Sedição de Vila Rica e a Inconfidência Mineira. Considerado Patrimônio da Memória Nacional em 1933, em 1938, o município foi tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e ganhou a classificação de Patrimônio Cultural da Humanidade em 1980, pela Unesco.

O patrimônio arquitetônico e artístico de Ouro Preto é vasto. O Museu da Inconfidência, por exemplo, guarda objetos retirados de igrejas e casas da época, objetos pessoais de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, além dos restos mortais de 11 conjurados. Já o Museu da Ciência e Técnica de Ouro Preto guarda 20 mil amostras de minerais, sendo o segundo maior do mundo. Além dos fabulosos museus, também vale a pena a visita ao Teatro Municipal de Ouro Preto Casa da Ópera, cujos camarotes, ambientes e pavimentos impressionam pela beleza. As igrejas compõem um grupo de destaque pela arte retratada em seus ambientes. A beleza natural da cidade também pode ser comprovada em atrações como a Cachoeira do Falcão, com seus dez metros de altura, e a Estação Ecológica do Tripuí, que preserva 16 espécies em extinção, 258 tipos de aves, 11 tipos de anfíbios e alguns mamíferos.


Arquivo NippoBrasil - Edição 271 - 25 a 31 de agosto de 2004
 Arquivo - Turismo Brasil
Arquivo NippoBrasil - Edição 278
• É tempo de festa em Santa Catarina!
Arquivo NippoBrasil - Edição 277
• Curitiba: turismo com qualidade de vida
Arquivo NippoBrasil - Edição 275
• Serras Gaúchas: turismo europeu - Parte 2
Arquivo NippoBrasil - Edição 274
• Serras Gaúchas: turismo europeu - Parte 1
Arquivo NippoBrasil - Edição 273
• Uma viagem histórica por Minas Gerais - Parte 2
Arquivo NippoBrasil - Edição 272
• Uma viagem histórica por Minas Gerais - Parte 1
Arquivo NippoBrasil - Edição 271
• Paraty
Arquivo NippoBrasil - Edição 269
• Petrópolis, cidade imperial
Arquivo NippoBrasil - Edição 268
• Caxambu: raízes indígenas e africanas
Arquivo NippoBrasil - Edição 266
• Campo Grande, Cidade Morena
Arquivo NippoBrasil - Edição 265
• Paranapiacaba: atrações a céu aberto
Arquivo NippoBrasil - Edição 264
• Campos do Jordão: Um pedaço da Europa no Brasil
Arquivo NippoBrasil - Edição 263
• Araxá: “onde primeiro se avista o sol”
Arquivo NippoBrasil - Edição 262
• Águas de São Pedro: beleza natural bem próxima a São Paulo
Arquivo NippoBrasil - Edição 260
• Poços de Caldas, MG - Tudo começou com a água...
Arquivo NippoBrasil - Edição 259
• Búzios é atração no litoral norte do RJ
Arquivo NippoBrasil - Edição 257
• Atibaia para todos os gostos
Arquivo NippoBrasil - Edição 256
• Monte Verde é opção de viagem completa
Arquivo NippoBrasil - Edição 255
• História e natureza em Angra dos Reis
Arquivo NippoBrasil - Edição 253
• Águas de Lindóia o paraíso das águas milagrosas
Arquivo NippoBrasil - Edição 252
• Socorro oferece diversão sem parar aos turistas
Arquivo NippoBrasil - Edição 251
• Serra Negra: saúde e diversão para toda a família
Arquivo NippoBrasil - Edição 250
• Brotas: aventura, natureza e descanso
Arquivo NippoBrasil - Edição 249
• Caldas Novas é quente
Arquivo NippoBrasil - Edição 248
• Foz do Iguaçu: natureza, tecnologia e história
Arquivo NippoBrasil - Edição 246
• Pantanal
Arquivo NippoBrasil - Edição 245
• Salvador
Arquivo NippoBrasil - Edição 241
• Camboriú
Arquivo NippoBrasil - Edição 238
• Adrenalina total!!!


A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippo.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2021 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados