PORTAL NIPPOBRASIL ONLINE - 19 ANOS
-
Fale conosco: adm@nippo.com.br   
Quinta-feira, 15 de novembro de 2018 - 9h28
DESTAQUES:
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Comidas do Japão
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Japan House
   Festival do Japão 2018
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos



Dia de banho!

Olhos e ouvidos merecem atenção especial na hora da higiene do seu melhor amigo
 

Com os cuidados adequados, procedimento
pode ser feito em casa

(Reportagem: Suzana Sakai| Fotos: Divulgação)

“Sábado é dia de banho.” Essa expressão popular, muito utilizada em brincadeiras, pode soar como falta de higiene para os humanos, mas não para os pets. Isso porque a recomendação dos veterinários é que os cachorros tomem banho exatamente uma vez por semana, ou, dependendo do caso, duas vezes ao mês. “Os cães podem tomar banhos semanalmente, ou a cada 15 dias. Depende de quanto se sujam [alguns cães que saem todo dia à rua podem voltar sujos], ou mesmo na dependência do tipo de pelagem, eles podem requerer banhos mais frequentes”, explica o diretor-clínico do Hospital Veterinário Pet Care, Marcelo Quinzani.

E quem pensa que gato não toma banho está muito enganado. Os felinos também devem enfrentar a água e o sabão, mas, no caso deles, apenas uma vez ao mês. “Normalmente, os gatos são mais limpos. Eles fazem a higiene do pelo [lambem-se] todos os dias. No caso dos gatos, um banho por mês pode ser suficiente, mais com o intuito de retirar os pelos mortos, assim como a escovação do pelo, que pode ser diária. Alguns gatos podem tomar banhos com intervalos de meses”, afirma Marcelo.

Em casa

A higiene dos pets pode ser realizada na própria residência, desde que os cuidados adequados sejam providenciados.

Antes de mais nada, é preciso separar um local seguro para dar banho no animal. É importante que a utilização de produtos específicos seja feita somente sob a recomendação de um especialista. “O único profissional que poderá indicar um shampoo ideal é o médico veterinário. Muitas vezes, aos olhos do leigo, parece que o pelo está bom, mas, aos olhos do profissional, isso não é uma verdade. Cabe a ele decidir o tipo de shampoo”, ressalta o professor do curso de veterinária da Universidade Metodista de São Paulo (Umesp), Milton Kolber.

Deve-se prestar atenção também na temperatura da água, que deve ser amena. “A temperatura da água deve ser morna, para que o banho se torne agradável. Água muito fria ou muito quente pode tornar o banho desagradável. Nos dias quentes, pode-se optar por banho com água em temperatura ambiente”, indica Marcelo.

Em dias quentes, dependendo do tipo de pelo do animal, a secagem pode ser realizada apenas com uma toalha. O uso do secador é recomendado em grande parte dos casos, desde que seja em uma temperatura adequada. “O ideal é utilizar um secador com temperatura amena. O melhor é primeiro secar muito bem com uma toalha e depois secar com um secador, tomando cuidado com a temperatura, para não queimar o pelo do animal”, explica Milton.

Cuidado especial

Olhos e ouvidos são regiões sensíveis e merecem atenção redobrada. “Antes de iniciar o banho, deve-se colocar algodão nos ouvidos, para evitar a entrada de água, com o cuidado de não colocar um volume muito pequeno de algodão, que entre no ouvido e depois não consiga ser retirado. Deve-se tomar cuidado especial com olhos e ouvidos”, recomenda Marcelo.

O indicado é que essas regiões sejam limpas separadamente. “É importante proteger os olhos contra a escova, pois já vi muitos banhos durante os quais, acidentalmente, ocorrem escoriações nessa parte sensível do globo ocular”, observa Milton.

Filhotes
A partir dos 40 dias de idade, os filhotes já podem tomar banho. No entanto, devido à situação de estresse e ao contato com outros animais, o recomendado é que a higiene não seja realizada em pet shops. “O banho, por si só, não faz mal ao filhote, mas a situação de estresse, assim como o contato com outros animais, pode predispor o bichinho a algumas doenças, principalmente viroses, no caso de indivíduos com vacinação incompleta. Assim, recomendamos a limpeza, se necessário, com um banho sob orientação e cuidados de um médico veterinário”, explica o diretor-clínico do Hospital Veterinário Pet Care, Marcelo Quinzani.


Serviço
Marcelo Quinzani
Veterinário e diretor-clínico do Hospital Veterinário Pet Care (www.petcare.com.br)

• Milton Kolber
Veterinário e professor do curso de graduação e pós-graduação da Universidade Metodista de São Paulo (www.metodista.br)

 Pets do Leitor
 Arquivo: Pets
• Dia Mundial do Gato: veja como cuidar dos bichanos
• Saiba tudo sobre as vacinas
• Cuidados: Top 5 de verão
• Brincadeira que faz bem
• Esquilo da Mongólia
• Dia de banho!
• Atendimento de emergência
• Na hora da compra
• O melhor hotel para seu amigo
• Mais do que um bom amigo
• Adotar é tudo de bom!
• Alimentação para Aves: Balanceada e variada
• Independentes e bem nutridos
• Cuide bem da refeição do seu cachorro
• Evite as doenças de verão
• Câncer: diagnósticos e tratamento
• Tá nervoso? Vai brincar!
• Atenção com as unhas!
• Medicamento na medida certa
• Jabutis são animais tímidos e dóceis
• Um olhar esbranquiçado
• Calopsitas: Dócil e divertida
• Ferrets: Amistosos e brincalhões
• Animais idosos
• Diabetes?
• “Castrei, e agora?”
• Vermífugo: um importante aliado
• Iguana: Exótica e exigente
• Doenças do homem em animais de estimação
• Terapia comportamental
• Um pássaro do barulho
• “Cadê meu filhotinho?”
• Programa de adoção
• Florais para eles também!
• Um problema sazonal
• Top 5 de escovação
• Filhotes, filhotes, filhotes!
• Um coelho em sua vida
• “Que coceirinha...”
• Doença ou personalidade?
• Um peixe bom de briga
• Anticoncepcional: Problema ou solução?
• Meu pintinho amarelinho
• Cachorro Bem-Educado
• Farmácia Pet
• Adorável roedor
• Um amor de bicho
• Pet moderno

© Copyright 1992 - 2016 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante.
Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

Sobre o Portal NippoBrasil | Fale com o Nippo