PORTAL NIPPOBRASIL ONLINE - 19 ANOS
-
Fale conosco: adm@nippo.com.br   
Sábado, 17 de agosto de 2019 - 22h51
DESTAQUES:
  Empregos no Japão

  Busca
 

SEÇÕES
Comunidade
Opinião
Circuito
Notícias
Agenda
Dekassegui
Entrevistas
Especial
-
VARIEDADES
Aula de Japonês
Automóveis
Artesanato
Beleza
Bichos
Budô
Comidas do Japão
Cultura-Tradicional
Culinária
Haicai
História do Japão
Horóscopo
Lendas do Japão
Mangá
Pesca
Saúde
Turismo-Brasil
Turismo-Japão
-
ESPORTES
Copa 2014
-
ESPECIAIS
Imigração
Tratado Amizade
Bomba Hiroshima
Japan House
Festival do Japão
-
COLUNAS
Conversando RH
Mensagens
Shinyashiki
-
CLASSIFICADOS
Econômico
Empregos BR
Guia Profissionais
Imóveis
Oportunidades
Ponto de Encontro
-
INSTITUCIONAL
Redação
Quem somos
-
Caderno Bichos

Um coelho em sua vida

Pela legislação, animal- símbolo da Páscoa é classificado como doméstico

(Texto: Suzana Sakai/NB |Foto: Divulgação)

Eles são meigos, fofinhos e conquistam todos a sua volta. Os coelhos, símbolo da Páscoa e da fertilidade, estão cada vez mais próximos dos seres humanos.

Considerados animais domésticos pela legislação, eles não necessitam de documentação especial e se adaptam muito bem ao ambiente doméstico. “O coelho, exceto nos casos em que alguns machos se tornam muito territorialistas e agressivos, convive muito bem com crianças, desde que estas sejam delicadas ao se aproximar deles, pois são animais assustados no princípio”, alerta o veterinário Lauro Soares.

Ambiente e alimentação

Os principais cuidados com os coelhos centram-se na alimentação e em manter o animal em um ambiente limpo e fresco, já que eles são sensíveis ao calor. “Também podem apresentar problemas decorrentes de superfícies muito lisas, como crescimento excessivo de unhas, luxação de quadril e deformidades no fêmur”, afirma Lauro.

O ideal é preparar um local que se assemelhe ao habitat natural dos coelhos. “Haverá a necessidade de se ter uma coelheira [gaiolas] para que ele[a] fique o mais confortável possível, uma vez que, na natureza, esses animais vivem em buracos e tocos de árvores. Essas gaiolas devem ser grandes, de metal, com bandejas e grade embaixo, para facilitar a limpeza”, explica a veterinária Daniella Casanova.

O coelho deve ser alimentado com ração específica, suplementada com vegetais. “Um animal que come apenas ração pode apresentar problemas digestivos, como cólica e diarréia por falta de fibras”, esclarece Lauro.

Além disso, o coelho deve ter uma alimentação regrada. “A distribuição da ração deverá ser realizada de manhã e à tarde, em horas mais ou menos certas. Não se deve oferecer comida em quantidade excessiva aos animais; vale lembrar que cada coelho come de acordo com seu tamanho”, pondera Daniella.

Higiene

Assim como os gatos, os coelhos cuidam de sua própria higiene e passam boa parte do dia se lambendo. Os banhos são desaconselháveis, pois se trata de um animal com pêlos muito grossos e difíceis de secar. “O animal com pêlo e pele molhados pode acabar apresentando infecções por fungo”, alerta Lauro.

Um cuidado com higiene constante que se deve ter é o de escovar o animal, que solta bastante pêlos. “Eles podem ter problemas estomacais, caso venham a ingerir esses pêlos durante sua própria higiene”, diz Lauro.

Além disso, deve-se ter um cuidado especial com a limpeza da gaiola do animal. O local deve ser limpo diariamente e, a cada 15 dias, é recomendada uma desinfecção periódica. “Há dois métodos: promover a queima da gaiola com o uso de lança-chamas ou pulverizá-la com produto desinfetante”, explica Daniella.

 
Coelho em números

• 6 anos é a expectativa de vida de um coelho;
• 30 a 35 dias é o tempo da gestação média desse animal;
• 10 filhotes podem nascer em uma única ninhada;
• 30 dias após o parto a fêmea pode cruzar novamente;
• 8 ninhadas por ano podem ocorrer, mas o recomendado é, no máximo, 5;
• 5 meses é a idade em que o animal começa a se reproduzir;
• 3 minutos é o tempo da cópula entre os coelhos.

 Pets do Leitor
 Arquivo: Pets
• Dia Mundial do Gato: veja como cuidar dos bichanos
• Saiba tudo sobre as vacinas
• Cuidados: Top 5 de verão
• Brincadeira que faz bem
• Esquilo da Mongólia
• Dia de banho!
• Atendimento de emergência
• Na hora da compra
• O melhor hotel para seu amigo
• Mais do que um bom amigo
• Adotar é tudo de bom!
• Alimentação para Aves: Balanceada e variada
• Independentes e bem nutridos
• Cuide bem da refeição do seu cachorro
• Evite as doenças de verão
• Câncer: diagnósticos e tratamento
• Tá nervoso? Vai brincar!
• Atenção com as unhas!
• Medicamento na medida certa
• Jabutis são animais tímidos e dóceis
• Um olhar esbranquiçado
• Calopsitas: Dócil e divertida
• Ferrets: Amistosos e brincalhões
• Animais idosos
• Diabetes?
• “Castrei, e agora?”
• Vermífugo: um importante aliado
• Iguana: Exótica e exigente
• Doenças do homem em animais de estimação
• Terapia comportamental
• Um pássaro do barulho
• “Cadê meu filhotinho?”
• Programa de adoção
• Florais para eles também!
• Um problema sazonal
• Top 5 de escovação
• Filhotes, filhotes, filhotes!
• Um coelho em sua vida
• “Que coceirinha...”
• Doença ou personalidade?
• Um peixe bom de briga
• Anticoncepcional: Problema ou solução?
• Meu pintinho amarelinho
• Cachorro Bem-Educado
• Farmácia Pet
• Adorável roedor
• Um amor de bicho
• Pet moderno

© Copyright 1992 - 2016 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante.
Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

Sobre o Portal NippoBrasil | Fale com o Nippo