Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Terça-feira, 21 de novembro de 2017 - 17h01
  Empregos no Japão

  Busca
 
  Seções NippoBrasil
   Comunidade
   Opinião
   Circuito
   Notícias
   Agenda
   Dekassegui
   Entrevistas
   Especial
-
  Variedades
   Aula de Japonês
   Automóveis
   Artesanato
   Beleza
   Bichos
   Budô
   Comidas do Japão
   Cultura-Tradicional
   Culinária
   Haicai
   História do Japão
   Horóscopo
   Lendas do Japão
   Mangá
   Pesca
   Saúde
   Turismo-Brasil
   Turismo-Japão
-
  Esportes
   Copa do Mundo 2014
   Copa das
 Confederações 2013
-
  Especiais
   Imigração Japonesa
   120 anos de Amizade  Japão-Brasil
   Bomba de Hiroshima
   Japan House
   Festival do Japão 2016
-
 Colunas
   Conversando de RH
   Mensagens
     Roberto Shinyashiki
-
 Veja mais  Classificados
   Econômico
   Empregos no Brasil
   Guia Profissionais
   Imóveis
   Oportunidades
   Ponto de Encontro
-
  Interatividade
   Fale com a Redação
-
  Institucional
   Quem somos


Opinião - 10/04/2014 - NippoBrasil
A internet e o futuro de um mundo conectado

Walter Ihoshi *

Quando acesso meus emails ou redes sociais, não tenho dúvidas do quanto a internet mudou nossas vidas. E mesmo utilizando-a diariamente, ainda me surpreendo com o seu poder de mudar comportamentos e rotinas de forma tão avassaladora e singular.

A internet é uma tecnologia que nos encanta e atrai cada vez mais. Seu impacto vai além do que conseguimos mensurar. Além de facilitar o cotidiano, ela gera milhões de empregos e movimenta bilhões em negócios em todo o planeta. A rede também se tornou palco de manifestações, ações políticas de toda natureza e, há alguns meses, motivo de crises diplomáticas entre nações aliadas.

A denúncia do ex-técnico da Agência Nacional dos Estados Unidos, Edward Snowden, de que diversos países têm seus dados violados e rastreados pelo governo americano, causou desconforto e insegurança. Mais do que isso: deixou evidente a necessidade de se estabelecer uma governança global da internet, ou seja, definir regras internacionais para casos de ataques à liberdade de expressão e aos direitos humanos, conflitos cibernéticos entre países, invasão de privacidade, disputas jurídicas transnacionais, entre outros itens.

A urgência desse acordo foi ressaltada pela presidenta Dilma Rousseff, em setembro passado, na 68ª Assembleia-Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, após descobrir que o Brasil foi um dos alvos de espionagem dos Estados Unidos. Dilma declarou repúdio a esse tipo de ação, e defendeu veemente o direito à privacidade como condição para o exercício da democracia. Seu discurso recebeu o apoio de mais de 60 entidades da sociedade civil de todo o mundo e a ratificação de outros chefes de Estado. Primeiro, porque expressava o sentimento daqueles que se sentiram invadidos e desrespeitados, e depois, porque a segurança virtual se transformou numa preocupação em comum.

Para tentar colaborar, e até mesmo acelerar o diálogo em busca de uma solução a respeito deste assunto, o governo brasileiro se prontificou a organizar uma conferência multissetorial a fim de discutir princípios e propostas para o futuro da governança da internet. A NETmundial acontecerá nos dias 23 e 24 de abril, em São Paulo, e reunirá governos, empresas, academia e sociedade civil. A ideia é encontrar e já estabelecer resoluções concretas que possam tranquilizar a comunidade internacional.

O Marco Civil aprovado pela Câmara dos Deputados no final de março será apresentado no evento como exemplo a ser seguido. O Brasil quer mostrar que já está fazendo a sua parte ao tentar proteger sua economia e, sobretudo, seus cidadãos de abusos cibernéticos. Neutralidade na rede e punição para crimes na rede, inclusos no texto brasileiro, também são pontos que especialistas julgam importantes a serem inseridos no tratado global.

Somos três bilhões de usuários de internet no mundo, mais de 100 milhões somente no Brasil. Esses números crescem de maneira desenfreada, e as empresas de tecnologia correm para dar conta de tanta demanda. Em fevereiro, conheci ideias inovadoras e aparelhos fascinantes no Congresso Mundial de Telefonia Móvel, na Espanha. Assisti à apresentação da rede 5G, conheci aplicativos interessantíssimos, e tive noção da importância - assustadora - do smartphone e da banda larga na vida das pessoas.

O planeta está cada vez mais conectado e, num futuro próximo, a internet exercerá ainda mais influência sobre nós. Portanto, tanto o Marco Civil brasileiro quanto um tratado de governança global serão fundamentais nesse processo. A espionagem é apenas uma questão de muitas que vão aparecer. Nesse sentido, estados e cidadãos devem estar protegidos, e apenas leis claras que garantam tal segurança podem amenizar os ataques que a tecnologia pode nos causar.




*Walter Ihoshi,
Deputado Federal (PSD/SP)

 Coluna: Opinião
23/11/2016 - Por Junji Abe
Tite, Temer e o Brasil
20/10/2016 - Por Junji Abe
Imposto mata o Brasil
30/08/2016 - Por Junji Abe
Legado dos Jogos Olímpicos
27/06/2016 - Por Junji Abe
Novos desafios
21/06/2016 - Por Junji Abe
Gênero de 1ª necessidade
20/05/2016 - Por Junji Abe
Missão do presente
04/04/2016 - Por Junji Abe
Melhor qualidade de vida
18/03/2016 - Por Junji Abe
Geração perdida
17/02/2016 - Por Walter Ihoshi
Não podemos jogar a tolha
30/12/2015 - Por Junji Abe
Trio do bem
27/11/2015 - Por Junji Abe
Lama da morte
29/09/2015 - Por Junji Abe
Resgate da policultura
14/09/2015 - Por Junji Abe
Terrorismo tributário
12/06/2015 - Por Junji Abe
Dignidade das domésticas
30/04/2015 - Por Junji Abe
Alerta aos aposentados
26/03/2015 - Por Junji Abe
Chega de imediatismo no Brasil
05/03/2015 - Por Junji Abe
Revolta dos caminhoneiros
25/11/2014 - Por Tetsuro Hori
Por que privatizar o sistema de transporte de massa e quais são os principais benefícios
11/04/2014 - Por Walter Ihoshi
A internet e o futuro de um mundo conectado
10/01/2014 - Por Junji Abe
Ranking do Progresso
18/10/2013 - Por Hélio Nishimoto
Para relembrar Hiroshima e Nagasaki
14/08/2013 - Por Hatiro Shimomoto
Bons usos e costumes
para o Brasil
20/07/2013 - Por Walter Ihoshi
Santas Casas na UTI
05/06/2013 - Por Lizandra Arita
Dia das Mães:
Q ue tipo de mãe é você?
19/04/2013 - Por Kunihiko Chogo
Adaptando-se ao jeito
brasileiro de ser
08/12/2012 - Por Keiko Ota
Frente Parlamentar em Defesa das Vítimas de Violência
13/10/2012 - Por Walter Ihoshi
A importância da transparência dos impostos
Por Teruo Monobe
Inflação
Por Teruo Monobe
Equilíbrio fiscal
Por Teruo Monobe
Balança comercial
Por Teruo Monobe
Brasil caro
Por Teruo Monobe
O que se passa
na economia global
Por Teruo Monobe
Discurso de posse
Por Teruo Monobe
2011 e o longo prazo
Por Teruo Monobe
Ano-Novo, tudo
novo em 2011
Por Teruo Monobe
A volta do ouro
Por Teruo Monobe
Novo governo, velho problema
Por Teruo Monobe
Natal gordo
Por Teruo Monobe
Novamente, a Europa em crise
Por Teruo Monobe
Esperando o Plano Dilma

A empresa responsável pela publicação da mídia eletrônica www.nippobrasil.com.br não é detentora de nenhuma agência de turismo e/ou de contratação de decasségui, escolas de línguas/informática, fábricas ou produtos diversos com nomes similares e/ou de outros segmentos.

O conteúdo dos anúncios é de responsabilidade exclusiva do anunciante. Antes de fechar qualquer negócio ou compra, verifique antes a sua idoneidade. Veja algumas dicas aqui.

© Copyright 1992 - 2017 - NippoBrasil - Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br

162 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)

Mais contatos e envio de releases